17/09/2021

A gente quer muito que, ao receber nossas peças, vocês percebam todo o carinho e dedicação com que são feitas, que seja uma experiência bem especial. Parte importante disso é a embalagem, né? Bora mostrar as mudanças que estamos fazendo acontecer 📦💌 

Ano passado fizemos uma parada de alguns meses pra nos repensar. Quando voltamos ainda tínhamos (e temos!) vários tópicos pra rever e um deles eram as embalagens e o material gráfico que acompanha o produto. Eu sentia que tinha espaço pra melhorar a experiência de quem recebe uma peça nossa e pesquisando sobre o tema decidi fazer dois cursos: "Identidade Visual Artesanal" foi o primeiro e o segundo "Desenho de Embalagem: Experiência de Unboxing". 

Foi bem enriquecedor e várias ideias surgiram. Eu tinha alguns pontos a considerar: o material impresso já existente (bloco pautado onde escrevo sempre um bilhete à mão, marcador de livros e etiqueta com um “sobre nós”), a existência de produtos de naturezas muito distintas (bolsas e peso de porta) e a necessidade de coesão e de soluções que pudessem se aplicar tanto à embalagens para vendas por comércio eletrônico (caixas de papelão) como presenciais (sacolas). 

Rabisca daqui e dali, decidi retornar às origens e as bolsas e mochilas seguem em um saquinho de algodão cru reutilizável, pra guardar a peça quando não estiver em uso ou o que você quiser. Tem tiras coloridas pra fechar e nossa nova etiqueta na frente; cada uma com um desenho diferente feito com linha preta – então será sempre uma surpresa :) Tudo junto com um envelope colorido contendo nosso material impresso. 




 
















Pro peso de porta, embalagem em papel pardo e tarja colorida contando sobre a origem e os cuidados de manutenção com a peça + marcador e bilhetinho. 






















Em todos os casos, caixas e sacolas (para eventos presenciais) carimbados com a marca e o padrão que faz parte da nossa identidade já há alguns anos.

Algo que gostei muito é de ter quase eliminado o plástico; ainda tá presente nas fitas adesivas e no saquinho em que vai a nota fiscal do lado de fora, mas aí é regra e não tem muito jeito... Ainda assim, conforme o material que tenho for acabando, pretendo repensar os impressos para tentar reduzir também a quantidade de papel que utilizo.























Espero que gostem e pra quem tem marca pequena e tá se vendo com necessidade parecida, informação é ouro e compartilho abaixo 😉❤

Cursos: na Domestika, os cursos do Tatabi Studio
Carimbos: CarimboMania
Material impresso: Gráfica Paulista Cartões
Fotos do Wagner Oliveira